segunda-feira, 22 de junho de 2015

As 10 coisas que você pode e não pode fazer em um projeto de decoração.

Alessandra Brandini Gomes e Michelle Draganov Gelesko possuem dois pontos em comum: ambas frequentaram, em 2012, o curso de projeto de bares e restaurantes, ministrado pelo Istituo Europeo di Design - IED São Paulo, e tinham em mente um projeto ambicioso: em 2014, iniciaram uma sociedade para um escritório prop´rio, chamado "Studio| m+a". Visando o desenvolvimento de projetos residenciais, comerciais e decoração de interiores, elas procuram conferir a seus projetos traços contemporâneos e requintados, além de se dedicarem também ao desenvolvimento de projetos de interiores para embarcações.
"logo no início da sociedade, recebemos o convite para participar d mostra do Circuito Decor 2014, que aconteceu no Buffet Grenah. Foi uma experiência maravilhosa e, desde então, pudemos perceber que nos daríamos muito bem trabalhando juntas", afirma Michelle aproveitando para destacar a importância de estabelecer junto ao cliente as necessidades, hobbies, estilo, preferências antes de iniciar um projeto de decoração. "Feito isso, estudamos detalhadamente a planta do imóvel para definirmos melhor as acessibilidades e disposição de layout".
PODE:
1. Colocar forro de gesso minimalista. Evite muita informação no forro.
2. Investir em um projeto de iluminação
3. Investir em objetos de decoração
4. Montar um papel com quadros
5. Usar papel de parede
6. Colorir a Casa
7. Usar poucos objetos. Isso transmite a sensação de amplitude. Menos é mais, ambientes pequenos com muita informação cansam e carregam o espaço
8. Integrar ambientes.Ótima opção para aumentar espaços pequenos e criar uma área de convivência maior
9. Usar espelhos em lugares estratégicos para ampliar o ambiente
10. Usar almofadas diversificadas para descontrair o ambiente
NÃO PODE:
1. Usar flores artificiais na decoração
2. Fotografias em exagero em paredes e estantes
3. Aplicação de texturas e grafiatos em paredes internas
4. Fios de aparelhos à mostra ou pendurados
5. Exagero de cores em um único ambiente
6. Forros de gesso com desenhos e sancas em excesso
7. Móveis muito grnades que não respeitam o espaço mínimo de passagem dos ambientes
8. tapetes de banheiros recortados para encaixar no vaso sanitário
9. Excesso de almofadas no sofá
10. Ignorar o hall de entrada. Ele pode dizer muito sobre seu estilo.
Matéria por: Revista em Casa

Um comentário: